00:00:00
25 May

10 verdades e mentiras sobre o seguro automóvel

1 de abril de 2024
75 Visualizações

Sempre em crescimento, o seguro automóvel é um dos principais seguros contratados pelo brasileiro, inclusive pela baixa do valor. No começo deste ano, dados do mercado já apontavam uma queda dos preços e alta na procura. Já nesta última semana, a plataforma do Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS) divulgou que essa demanda do mercado brasileiro pelo seguro de automóvel cresceu mais de 18,6% no mês de fevereiro, se comparado ao mesmo mês do ano passado e as regiões de Norte e Nordeste foram a que mais se destacaram, crescendo mais de 21% cada. O mesmo aumento foi registrado pela maior rede de corretores de seguros do país, Lojacorr, que somente neste primeiro trimestre deste ano (janeiro a março), o crescimento do seguro auto já chega a 8% em produção.

Mas, apesar de ser o seguro mais contratado pela população brasileira, ainda há dúvidas na hora de contratar e escolher a cobertura ideal e a principal é: bati meu carro, o seguro cobre tudo? Nem sempre! Esta semana, com o dia da mentira, é importante reforçar o que de fato é mentira e o que é verdade sobre o seguro automóvel. Paolo Bonazzi, gerente Comercial da Lojacorr, e o corretor William Paulo de Oliveira, proprietário da Indika Seguros, parceiro da rede, contam as 10 principais dúvidas dos segurados:

Qualquer tipo de seguro automóvel pode ser o ideal para o meu carro!

MENTIRA

Bonazzi explica que, independente da contratação, o principal é contar com o atendimento de um corretor de seguros. “Somente por meio de um corretor de seguros capacitado e licenciado o cliente poderá escolher a cobertura ideal. Nem sempre o básico atende o que, de fato, aquele perfil de segurado precisa. E nem sempre o seguro mais completo é realmente necessário. Todo o perfil do cliente é avaliado junto ao corretor que avaliará o custo-benefício deste seguro”, aponta.

Meu carro ficou em um alagamento, o dano pode ser coberto?

VERDADE

Porém, não é sempre. O corretor alerta que, neste caso, só há a cobertura desde que o segurado não agrave o risco, ou seja, avistou o alagamento e realizou o incidente. “Se tentar passar por um alagamento, irá perder a cobertura. Se estiver em um alagamento, o ideal é deixar o carro estacionado e buscar outro meio de locomoção. Caso esteja parado e aconteça o alagamento, o seguro é coberto normalmente, pois o segurado não teve culpa, não agravou o risco”, explica.

Estava bêbado, bati o carro, mas fico tranquilo porque tenho seguro.

MENTIRA

Oliveira explica que, nessa situação, o segurado perde todos os direitos quando dirige embriagado ou sob efeito de drogas e causa um acidente. “Dirigir bêbado é um agravamento de risco. Mesmo se for seguro de empresa, no caso de frotas, e o funcionário dirija bêbado, é negado o sinistro. É responsabilidade da empresa a condição dos funcionários que utilizam o veículo”, conta.

Contratar um corretor que faz parte de uma rede de corretoras possui mais benefícios.

VERDADE

Um corretor parceiro, por exemplo de uma rede como a Lojacorr, tem todo o suporte necessário para um atendimento mais personalizado. “Quando você contratar seu seguro por meio de um corretor que faz parte de uma rede, você recebe o acesso a cotações com diferentes seguradoras, esse corretor sempre está atualizado da realidade do setor de seguros, está em constante capacitação e networking com as principais corretoras do mercado, possui uma assessoria, suporte e acesso a ferramentas e plataformas com tecnologias, além do atendimento ser mais completo pelo suporte que recebe”, explica Bonazzi.

Meu carro é antigo, ele já não pode mais ter seguro.

MENTIRA

Oliveira aponta que, de modo geral, as seguradoras têm o direito de recusar fazer o seguro por um carro ser muito antigo, porque a possibilidade dele apresentar defeitos é muito maior. “No entanto, o mercado evoluiu e, hoje em dia, apesar de ser mais difícil, há seguradoras que estão apostando nesse nicho”, comenta Oliveira.

Tenho direito a um carro reserva se baterem no meu.

VERDADE

Mas não são em todos os casos. Oliveira explica que é preciso adicionar este serviço no momento da contratação. “Todas as seguradoras oferecem carro reserva no seguro de automóvel, mas se o segurado não optou por este adicional no momento da contratação, não terá o serviço em nenhum tipo de sinistro”, conta o especialista.

Uso o carro para trabalhar como motorista de aplicativo, mas o carro é meu, então não preciso informar a seguradora desse uso.

MENTIRA

Segundo Oliveira, hoje em dia, muitas pessoas usam o carro para trabalhar como motorista de aplicativo e não informam, mas a seguradora consegue descobrir pela placa. “A companhia pode descobrir somente na hora do sinistro e negar, então é preciso avisá-la desde o início. Ela pode colocar um preço maior no seguro, ser um pouco mais restritiva, mas dá para fazer seguro de carro de aplicativo, é só uma questão de ser sincero, porque se ela descobrir irá negar.”

Posso ficar sem a cobertura do seguro, porque mudei de endereço, não avisei a seguradora e meu carro foi roubado.

VERDADE

Neste caso, o segurado fica sem a cobertura, porque para a seguradora é o endereço residencial e o endereço em que o carro fica no período da noite que contam, explica o especialista.

O manobrista bateu no meu carro, e o seguro cobriu diretamente esses danos.

MENTIRA

Para essa cobertura, é necessário primeiro exigir que o dono do estabelecimento se responsabilize. “O ideal é que o estacionamento tenha o seguro de Responsabilidade Civil (RC) Garagista. Se não tiver, é possível acionar o seguro do automóvel e a seguradora busca o ressarcimento com o estacionamento”, diz.

Meu amigo/familiar estava usando meu carro e bateu ou foi roubado. Nem sempre receberei a indenização.

VERDADE

Para ser indenizado, no ato de contratação de um seguro é preciso informar quem é o principal condutor e quem é o condutor secundário. “O seguro é seu, mas nada impede de alguém usar seu veículo emprestado, desde que esteja habilitado. Mas, em caso de sinistro, vai ter que provar que foi algo esporádico, por exemplo: não estava muito bem e o amigo dirigiu. Geralmente o seguro cobre sem problemas, a não ser que a seguradora descubra que o amigo usava todo dia o carro, porque ela pode investigar”, orienta.

Lide Multimídia

You may be interested

Bradesco Seguros alerta para cuidados no trânsito
Bradesco Seguros
90 Vizualizações
Bradesco Seguros
90 Vizualizações

Bradesco Seguros alerta para cuidados no trânsito

Publicação - 24 de maio de 2024

Em apoio ao Maio Amarelo, movimento internacional de conscientização para a redução de vítimas no trânsito, a Bradesco Seguros divulga, nesta semana, dicas de prevenção de acidentes…

MAPFRE fortalece presença digital para comunicação com corretores
Mapfre Brasil
51 Vizualizações
Mapfre Brasil
51 Vizualizações

MAPFRE fortalece presença digital para comunicação com corretores

Publicação - 24 de maio de 2024

A MAPFRE, companhia global do mercado segurador e financeiro, anuncia o lançamento de seu novo perfil no Instagram (@MAPFRE.corretor), destinado exclusivamente aos corretores de seguros. A iniciativa…

Seguradoras registraram R$1,7 bilhão em indenizações previstas no RS
CNseg
70 Vizualizações
CNseg
70 Vizualizações

Seguradoras registraram R$1,7 bilhão em indenizações previstas no RS

Publicação - 24 de maio de 2024

As seguradoras já começam a registrar as primeiras indenizações relacionadas às enchentes e inundações nas cidades do Rio Grande do Sul. Levantamento feito pela Confederação Nacional das…

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais desta categoria

WordPress Video Lightbox Plugin