00:00:00
21 Nov

Acidentes em eventos despertam “seguro”

17 de julho de 2019
123 Visualizações

O mercado de festas e eventos no Brasil tem uma parcela significativa no desenvolvimento da economia. Dados da Associação Brasileira de Empresas e Eventos (ABEOC) apontam que esse segmento cresce, em média, 14% ao ano. Reforça esse cenário, uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta), na qual, mostra que o setor movimentou em 2017, R$17 bilhões de reais.

Anualmente são inúmeros eventos acontecendo pelo país. Não há um número oficial, mas não é preciso fazer muita pesquisa para saber que todos os dias acontecem pelo Brasil afora milhares de comemorações, reuniões, cerimônias, festas e afins. Outro número ainda não contabilizado pelo mercado, mas que faz parte de todo esse universo, é em relação a quantia de acidentes que acontecem. Diariamente somam-se pelo Brasil, situações corriqueiras envolvendo acidentes de trabalho e de participantes nesses eventos.

Queda de camarotes durante shows, descarga elétrica em estandes, desabamento de estruturas, acidentes com trabalhadores durante as montagens, roubos e furtos; são muitos imprevistos que ocorrem em grandes e pequenas proporções. Contudo, uma forma de amenizar essas situações é através seguro.

À mercê

Um seguro para eventos tem como objetivo preservar o organizador e os participantes. Assim, os prejuízos de uma série de ocorrências não são pagos pelos responsáveis pela festa, mas sim, pelas seguradoras. Sabendo que qualquer acidente ou situação que acontecer no evento é de responsabilidade dos organizadores, como prevê a lei, quando este não possui seguro, a empresa ou indivíduo arca sozinho com indenizações, custos de reparos e ações judiciais.

Os preços deste tipo de proteção são variados. Depende da seguradora, o tipo de evento, duração, público e coberturas contratadas. Mas os custos em geral não costumam superar 20% do valor total do evento.

Responsabilidade Civil – Eventos

Vanessa Alves, diretora comercial da San Martin Seguros, explica que o RC (Responsabilidade Civil) Eventos como é conhecido o seguro para eventos, oferece opções de coberturas diferentes, nas quais, atendem as mais variadas necessidades, como: proteção contra danos corporais e/ou materiais causados a terceiros, cancelamento, adiamento e interrupção, equipamentos diversos para a realização do evento, foto e vídeo; instrumentos musicais; estruturas temporárias; objetos cinematográficos; decoração, mobiliário, stands e acessórios, presente de casamento, traje de casamento, roubo de valores, bilheteria, entre outros.

“Esse seguro é muito bacana porque pode cobrir desde desastres a situações mais simples, porém essenciais para o sucesso do evento – como algo referente à decoração, por exemplo. Já ‘salvamos’ muitas festas por ai”, explica a diretora em tom descontraído.

Anote as dicas

Ela reforça que na hora de contratar um seguro de eventos é preciso se atentar a alguns detalhes! “Escolha corretores tradicionais, com experiência no mercado; leia atentamente sua apólice – principalmente dos itens que detalham o que está garantido e os riscos que são excluídos, isso evitará surpresas desagradáveis. Escolha bem as coberturas; o custo de alguns seguros são baixos, porém,  os danos e as perdas que você eventualmente causar a outras pessoas, involuntariamente, podem resultar em indenizações muito altas,  capazes de abalar o patrimônio do segurado”, finaliza.

Fatos&Ideias Comunicação

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WordPress Video Lightbox Plugin