00:00:00
14 Apr

CSP-MG e FenaSaúde debatem desafios da saúde suplementar

20 de setembro de 2018
16007 Visualizações

Diretor executivo da Federação aponta a escalada dos custos como principal problema do setor.

O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) reuniu profissionais do mercado, no dia 18 de setembro, em Belo Horizonte, para debater o cenário atual do setor de seguros e planos de saúde, as alterações recentes na legislação e os desafios para a saúde suplementar no País. O diretor executivo da FenaSaúde, José Cechin, ministrou a palestra magna do evento. Cerca de 170 pessoas compareceram ao encontro, entre corretores de seguros, consultores, executivos de seguradoras, operadoras e assessorias especializadas na área, além da diretoria e conselheiros do CSP-MG.

O diretor da FenaSaúde apresentou números do setor, que hoje atende 47,2 milhões de usuários em planos médicos individuais, coletivos por adesão e empresariais. Ele também falou sobre as principais dificuldades do segmento com destaque para o aumento das despesas médico-hospitalares que em 2017 chegaram a R$ 178,3 bilhões.

Segundo o dirigente, a disparada dos custos deve-se a diversos fatores, entre eles as novas tecnologias incorporadas ao setor médico, grande utilização dos planos, preços elevados dos procedimentos, além de judicialização, desperdícios e fraudes.  “O aumento de custos vem da soma de muitos fatores que perpassam toda cadeia produtiva da saúde suplementar”.

Para buscar o equilíbrio entre receitas e despesas, Cechin propõe a união de esforços de todos os agentes do setor: operadoras, médicos, consumidores, hospitais, laboratórios, fabricantes de medicamentos, insumos e de equipamentos. “Só com o envolvimento de todos é que poderemos resolver esse problema. O desafio é prestar um serviço de boa qualidade, em redes credenciadas ou referenciadas acreditadas, na medida certa para atender às necessidades dos usuários, entregando valor a eles, isto é, a um custo compatível”, ressaltou.

De acordo com o executivo, no Brasil, a iniciativa privada responde por cerca de 57% dos gastos com saúde, diferente dos países desenvolvidos em que a maior parte das despesas é de responsabilidade do setor público, com exceção dos EUA, Turquia e México.

O presidente do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello, comentou a importância do setor de saúde suplementar. “Devido à relevante participação do setor privado no custeio da área de saúde, é fundamental que o mercado promova fóruns de discussão sobre as medidas que devem ser adotadas visando, principalmente, à sustentabilidade desse setor”.

Ao final do evento, o diretor da FenaSaúde integrou a mesa de debates composta pelas seguintes autoridades: João Paulo Mello (presidente do CSP-MG), Mauricio Tadeu Barros Morais (mediador e diretor de Seguros do Clube), Juliana Queiroz (presidente da Comissão de Seguros de Pessoas do SindSeg MG/GO/MT/DF), Evaldo de Paula (diretor do Sincor-MG), Omar Otaviano Dantas Meira (presidente do Conselho Empresarial de Seguros da ACMinas) e André Beraldo de Morais (presidente da Ascor-MG).

Approach Comunicação

You may be interested

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação São Francisco, nos Estados Unidos
Previsul
6051 Vizualizações
Previsul
6051 Vizualizações

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação São Francisco, nos Estados Unidos

Redação - 24 de maio de 2019

A viagem foi a premiação final da Campanha Sou + Previsul de 2018 Dez corretores da Previsul Seguradora tiveram uma experiência com muita inovação e tecnologia na…

MAPFRE esclarece como declarar planos de Previdência Privada no IR
Mapfre Previdência Privada
25 Vizualizações
Mapfre Previdência Privada
25 Vizualizações

MAPFRE esclarece como declarar planos de Previdência Privada no IR

Redação - 14 de abril de 2021

Assim como em 2020, em que devido a pandemia da Covid-19 o prazo para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física foi estendido, neste ano, o…

Venda de barcos cresce na pandemia e impulsiona setor de seguros
Essor Seguros
31 Vizualizações
Essor Seguros
31 Vizualizações

Venda de barcos cresce na pandemia e impulsiona setor de seguros

Redação - 14 de abril de 2021

Enquanto muitos adaptam a casa para home office, outros preferem trabalhar no mar e compram barcos. Assim como a venda de seguro residencial, o de embarcações também…

Aquecimento do mercado de ações, favorece pela busca do seguro POSI
Tokio Marine Seguradora
27 Vizualizações
Tokio Marine Seguradora
27 Vizualizações

Aquecimento do mercado de ações, favorece pela busca do seguro POSI

Redação - 14 de abril de 2021

Em 2020, apesar dos desafios econômicos trazidos pela crise sanitária do coronavírus, a Tokio Marine registrou o crescimento de 114,6% nos seguros de Linhas Financeiras, em função…

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais desta categoria

WordPress Video Lightbox Plugin